Início » Cursos de Inclusão Produtiva iniciam segunda-feira em Guaraí, Itacajá, Wanderlândia e Sucupira
Geral

Cursos de Inclusão Produtiva iniciam segunda-feira em Guaraí, Itacajá, Wanderlândia e Sucupira

fotos: Carlessandro Souza

Os cursos da Inclusão Produtiva promovidos pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) iniciam na segunda-feira, 16, em Guaraí, Itacajá, Wanderlândia e Sucupira. A perspectiva é de que aproximadamente 350 pessoas participem das capacitações. O objetivo central é apoiar o desenvolvimento profissional de famílias beneficiárias dos Programas de Transferências de Renda, a Gerência de Inclusão Produtiva.

As capacitações acontecem nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) das cidades citadas, com término previsto para sexta-feira, 20.

Os cursos ofertados são na área da beleza, para designer de sobrancelhas, maquiagem e cabeleireiro; panificação solidária e artesanato.

Público alvo

Famílias que se encontram em situação de extrema pobreza, inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, com ênfase para os beneficiários do Programa Bolsa Família.

O técnico conselheiro de Economia Solidária da Setas, Valter Frota, destacou que as capacitações ensinam todo o processo de produção, criatividade na finalização do produto e até a forma correta de embalar para a comercialização. “O profissional sai do curso preparado para trabalhar no mercado formal e também montar seu próprio empreendimento”, afirmou

Capacitações

Ofertados pelo Governo do Tocantins em parceria com as prefeituras municipais, as capacitações acontecem nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) das cidades citadas, e são voltadas para agricultores familiares, empreendedores da economia solidária, jovens e adultos, micro e pequenos empresários, famílias atendidas pelos programas de transferência de renda e organizações da sociedade civil.

Inclusão Produtiva

A inclusão produtiva articula ações e programas que favorecem a inserção das pessoas no mundo do trabalho por meio do emprego formal, do empreendedorismo ou de empreendimentos da Economia Solidária. (Eliane Tenório/Governo do Tocantins)

Clique aqui para enviar um comentário